Departamento de Estradas
de Rodagem de Alagoas

Ministro dos Transportes garante recuperação de rodovias danificadas pelas chuvas em Alagoas

Alagoas será incluído no Plano de 100 dias do Ministério

 

Fábia Assumpção / Agência Alagoas

O ministro dos Transportes, Renan Filho, assegurou, nesta sexta-feira (13), durante coletiva no Palácio República dos Palmares, que o governo federal vai recuperar as rodovias federais e estaduais danificadas pelas fortes chuvas que atingiram Alagoas no ano passado. Ao lado do governador Paulo Dantas, ele cumpriu sua primeira agenda fora de Brasília após assumir o Ministério dos Transportes. “Estou aqui para reafirmar meu compromisso com Alagoas”, afirmou.

 

Renan Filho anunciou que no plano de 100 dias do Ministério dos Transportes serão incluídas diversas obras para solucionar problemas crônicos no Estado. “Deveremos investir em torno de R$ 80 milhões em Alagoas, nos próximos dois meses, e, ao longo dos próximos anos, algo em torno de R$ 600 milhões a 1 bilhão nas rodovias que cortam o Estado”, afirmou.

 

Segundo ele, isso será possível com o aumento dos recursos orçamentários do Ministério dos Transportes, que sofreu grandes cortes no governo passado. “O teto de gastos, medida adotada e mantida pelo ex-ministro Paulo Guedes, imprimiu no Brasil o menor nível de investimento público dos últimos anos e levou a malha viária nacional ao pior estado de conservação do século”, lembrou o ministro.

 

Estudo independente realizado pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) demonstrou que 66% das rodovias brasileiras estão em estado ruim, péssimo ou tem algum nível de problema. “Aqui em Alagoas essa realidade é completamente diferente. Tive a honra de dizer no meu discurso de posse como ministro que, no Estado, 70% das rodovias são consideradas boas ou ótimas. Alagoas ultrapassa o próprio Estado de São Paulo na qualidade das rodovias, que tem 40% delas com pedágios. Aqui, todos os investimentos foram feitos com recursos próprios ou federais”, destacou Renan.

 

 

O governador Paulo Dantas afirmou que a parceria entre o governo de Alagoas, o Ministério dos Transportes e o próprio presidente da República fará o Estado avançar ainda mais no seu desenvolvimento. “Recebemos com muita felicidade a notícia desse estudo independente, que aponta para a qualidade das rodovias de Alagoas, dado ao trabalho que vem sendo realizado nos últimos anos, desde o governo de Renan Filho. Com o apoio do Ministério dos Transportes passamos a ter condições de investir em mais de 400 km de duplicação de rodovias, fora a manutenção de outras estradas, e de tocar projetos do programa Alagoas de Ponta a Ponta na zona rural”, destacou o governador.

 

Recuperação de Rodovias

 

O ministro dos Transportes anunciou que determinou emergência no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) em Alagoas para  buscar soluções para a recuperação de trechos da BR-101 interditados em São Miguel dos Campos e Boca da Mata. Ele reconheceu que o problema é complexo e que já estão sendo feitos estudos por geólogos de outros estados para tentar uma solução ao problema da erosão na área.

 

Renan Filho anunciou ainda o desbloqueio na BR-104 em São José da Laje, que estava há vários meses fechados por causa de estragos provocados pelas chuvas. Uma equipe do DNIT fez uma visita técnica para verificar as condições do trecho da rodovia federal na Serra da Catita, em Ibateguara, que liga a BR-101 à BR104, passando pelos municípios de Colônia Leopoldina e Ibateguara. “Já assegurei recursos do Ministério dos Transportes para a conclusão desse trecho”, assegurou.

 

Outra boa notícia para Alagoas foi a reconstrução, pelo DNIT, da AL-110, que liga Arapiraca até a BR-316, que foi completamente destruída devido ao fluxo de veículos acima do que foi dimensionada, devido ao desvio na BR-101 em São Miguel dos Campos.

 

 

Ele acentuou que o Ministério dos Transportes já está em fase final de conclusão de dois novos projetos de duplicação, que deverão ser licitados em sua gestão. Um deles, o da BR-316, no trecho entre o Benedito Bentes, em Maceió, ao município de Pilar. “Essa rodovia nasce em Maceió e vai até Belém do Pará, ligando a capital ao Sertão e ao Agreste, e recebe todo o fluxo da região norte do Brasil até a capital de Alagoas”, observou Renan.

 

O outro projeto é a duplicação da BR-424, que liga a BR-316, passando pelo polo industrial de Marechal Deodoro. “Enquanto isso, o governador Paulo Dantas terá condições de tocar outras obras importantes no Estado, com a duplicação da AL-101 Norte, de Maceió até Barra de Santo Antônio, que já está em andamento, faltando somente resolver algumas questões ambientais, e a duplicação da AL-101 Sul, que já foi concluída até a Barra de São Miguel”.

Notícias

Vídeos

Fotos

    SIGA A GENTE  

    Governo do Estado de Alagoas
    © 2022 - Versão 1.0

    Minha Figura
    © 2023 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper

    menu